SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Notícias e temas relacionados a maior paixão nacional - Futebol de campo, salão, areia, etc.
Online
Avatar do usuário
SKYWALKER
Mensagens: 7711
Registrado em: 01 Out 2014 18:25
Contato:

SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por SKYWALKER » 07 Out 2014 21:29

Imagem
Santos Futebol Clube, mais conhecido como Santos, é um clube brasileiro de futebol, fundado em 1912, com sede em Santos, no estado de São Paulo. Eleito pela FIFA como a melhor equipe de futebol das Américas do século XX, o Santos é um dos 5 clubes brasileiros que nunca foram rebaixados à 2º Divisão do Campeonato Brasileiro e é o único clube brasileiro a conquistar, num mesmo ano, em 1962, um título estadual, um nacional, um continental e um intercontinental.

O Santos FC foi fundado no dia 14 de abril de 1912, por iniciativa de três esportistas da Cidade (Francisco Raymundo Marques, Mário Ferraz de Campos e Argemiro de Souza Júnior) que convocaram uma assembleia na sede do Clube Concórdia (localizado na Rua do Rosário nº18, na parte superior da antiga padaria e confeitaria Suissa – Atual Avenida João Pessoa), para a criação de um time de futebol. Durante a reunião, surgiu a dúvida quanto ao nome que seria dado a essa agremiação. Várias sugestões apareceram: Concórdia, África, Brasil Atlético, entre outros. Mas os participantes da reunião aclamaram, por unanimidade, a proposta de Edmundo Jorge de Araújo: a denominação Santos Foot-Ball Club.

1912 - 1913
O COMEÇO DE TUDO
A primeira diretoria foi formada por:
Presidente – Sizino Patusca (foto) ;Vice-presidente – George Cox;
1º secretário – José G. Martins, 2º secretário – Raul Dantas, 1º tesoureiro – Leonel Silva, 2º tesoureiro – Dario Frota.
Os diretores eram: Augusto Bulle, João Carlos de Mello, Henrique Cross, Francisco Raymundo Marques, Cícero F. da Silva e Jomas de C. Pacheco.
A primeira apresentação do time, considerada como jogo-treino, ocorreu no dia 23 de junho de 1912, no campo da Villa Macuco, contra um combinado local. O confronto foi vencido pelo Santos pelo placar de 2 a 1, com gols de Anacleto Ferramenta e Geraule Ribeiro.O time entrou em campo com: Julien Fauvel; Simon e Ari; Bandeira, Ambrósio e Oscar; Bulle, Geraule, Esteves, Fontes e Anacleto Ferramenta.O primeiro jogo tido como oficial aconteceu apenas em 15 de setembro de 1912. O Santos venceu o Santos Athletic Club (atual Clube dos Ingleses) por 3 a 2, no campo da Avenida Ana Costa, nº 22 – local onde hoje se encontra a Igreja Coração de Maria.
O primeiro gol do confronto foi marcado por Arnaldo Silveira (que tinha o apelido de Miúdo). O tento é considerado o primeiro da história do Clube. Os outros dois gols foram anotados pelo próprio Miúdo e por Adolpho Millon Júnior. O time estreante entrou em campo com a seguinte formação: Julien Fauvel; Sidnei e Arantes; Ernani, Oscar e Montenegro; Millon, Hugo, Nilo, Simon e Arnaldo Silveira.
Imagem
Já no início de 1913, o Santos recebeu um convite da Liga Paulista de Futebol para disputar o campeonato estadual daquele ano. Esta foi a primeira competição oficial disputada pelo Clube. A estreia aconteceu no dia 1º de junho, diante do Germânia. O resultado, porém, não foi nada animador: derrota por 8 a 1. O Santos jogou com Durval Damasceno, Sebastião Arantes e Sydnei Simonsen; Geraule Ribeiro, Ambrósio Silva e José Pereira da Silva; Adolfo Millon, Nilo Arruda, Anacleto Ferramenta, Harold Cross e Arnaldo Silveira.

Alvinegro Praiano
Certamente, a grande maioria dos torcedores santistas não imagina que, nos seus primeiros meses, o clube era tricolor, tendo como cores oficiais branco e azul, com frisos dourados.
Na prática, porém, os dirigentes do Santos encontravam enormes dificuldades para confeccionar camisas e calções nessas cores, por isso o uniforme não chegou a ser usado em campo. Os modelos dessa camisa que temos hoje é uma réplica do que teria sido desse uniforme.
Quase um ano depois, no dia 31 de março de 1913, na terceira reunião da diretoria, o sócio Paulo Peluccio sugeriu que o clube passasse a adotar o seguinte uniforme: calção branco e camisa listrada de branco e preto.E conseguiu aprovação geral dos presentes.
Na oportunidade, o então presidente do Santos, Francisco Raymundo Marques (que assumia o cargo na mesma data), apresentou os modelos da bandeira do clube, que passaria a ser “branca, diagonalmente atravessada por um faixa preta com as iniciais do Club em letras brancas”.
Imagem

1935 - 1955
EQUIPE CAMPEÃ PAULISTA
Desde os primeiros anos de existência, o quadro de futebol do Santos obteve êxitos memoráveis, tanto em jogos locais como internacionais. Seu primeiro título de Campeão Paulista aconteceu em 1935, dois anos após o profissionalismo futebol brasileiro.
Em 1955, após 20 anos sem ser campeão paulista, o Santos voltou a conquistar outro título estadual. Na final da competição, a equipe santista venceu o Taubaté por 2 a 1, sob o comando do técnico Lula. A equipe foi formada por: Manga; Hélvio e Feijó; Ramiro, Formiga e Urubatão; Tite, Negri, Álvaro, Del Vecchio e Pepe.
Imagem

1936 - 1974
UM MENINO CHAMADO Pelé
No ano seguinte, chegaria à Vila Belmiro, trazido pelas mãos de Valdemar de Brito, o menino Pelé, de 15 anos, que deu de novo impulso à história do Santos, levando-o a conquistas que enalteceram o futebol brasileiro no planeta. O Santos de Pelé fez seu nome no exterior. Praticamente deu a volta ao mundo, encantando torcedores com o futebol mágico de seus craques. Formou um ataque memorável: Dorval, Mengávio, Coutinho, Pelé e Pepe. Nesse período, o Santos foi Bicampeão Mundial Interclubes (1962/1963), Bicampeão da Taça Libertadores da América (1962/1963), entre outras glórias.
Imagem

1975 - 1998
MENINOS DA VILA
Após a Era Pelé, o Santos Futebol Clube continuou seu caminho de glórias. Em 1978 formou um time campeão. Os Meninos da Vila, apelido dado pela juventude dos atletas da equipe, conquistaram o Campeonato Paulista de 1978. Destacaram-se na época Juary, Pita, Ailton Lira entre outros.
O estadual voltaria a ser conquistado pelo Clube em 1984. Já em 1997, foi levantado o troféu do Torneio Rio-São Paulo e, em 1998, a Taça Conmebol.
Imagem

1998 - 2007
AS 8 PEDALADAS
Em 2002, ano em que o clube completou 90 anos, o Santos conquistou, pela sétima vez, o principal torneio nacional (o Campeonato Brasileiro). O time que conseguiu a conquista foi, basicamente, formado dentro da Vila Belmiro. Os Meninos da Vila viraram febre no Brasil inteiro e a dupla Diego e Robinho se tornou símbolo de um futebol vistoso e alegre. No ano seguinte, com a base mantida, o Peixe chegou aos vice-campeonatos da Libertadores da América e do Campeonato Brasileiro.
Já em 2004, viria o oitavo título Brasileiro da história do Clube. Ainda com Elano, Léo e Robinho na equipe, o Peixe disputou um campeonato no formato de pontos corridos emocionante.
Imagem

Bi Campeão Paulista
O time assumiu a ponta da tabela apenas na penúltima rodada da competição. No último jogo, 2 a 1 sobre o Vasco e mais um caneco para a galeria de títulos do Clube.
No biênio 2006/2007, a torcida comemoraria o bicampeonato Paulista. O primeiro foi levantado na Vila Belmiro, na última rodada do estadual, que, naquele ano, fora disputado no formato de pontos corridos. No ano seguinte, a taça foi erguida após decisão de 180 minutos contra o São Caetano. As duas partidas ocorreram no Morumbi. No primeiro jogo, 2 a 0 para os adversários. O Alvinegro Praiano devolveu o placar no segundo confronto, ficando com o título por ter tido melhor campanha.

2008 - 2013
MENINOS DA VILA OUTRA VEZ
Em 2009, começou a aparecer a terceira geração de Meninos da Vila, comandada por Neymar e PH Ganso. Naquela temporada, o time ficou com o vice-campeonato Paulista. Já em 2010, com o craque Robinho como mentor e também a presença de Léo – que havia retornado no ano anterior -, o time conquistou o Paulistão e a primeira Copa do Brasil de sua história.
Em 2011, mais uma temporada vitoriosa e o retorno de Elano. Primeiro, foi levantado o caneco do Paulistão após decisão contra o Corinthians. No primeiro jogo, 0 a 0 no Pacaembu. Na segunda partida, 2 a 1 na Vila Belmiro.
O confronto ainda marcou o segundo título conquistado pelo Peixe no Estádio Urbano Caldeira com uma final (formato mata-mata).

Tri da América
Na sequência, a Taça Libertadores (terceira do Peixe), cravando de vez na história do Clube a geração Neymar e PH Ganso, além de nomes como Arouca, Danilo, o próprio Elano, o capitão Edu Dracena, Léo – santista com mais títulos após a Era Pelé -, Rafael, entre outros. A conquista veio sobre o Peñarol, do Uruguai, que, por coincidência, já havia decidido o título da competição com o Alvinegro em 1962. Após um 0 a 0 no Centenário de Montevidéu, o Peixe venceu por 2 a 1 no Pacaembu, com gols de Neymar e Danilo.
Imagem

Títulos
Spoiler:
1913 - Campeão Santista (invicto)
1913 - Campeão Santista (invicto)
1915 - Bicampeão Santista (invicto)
1926 - Campeão Torneio Início Extra
1928 - Campeão Torneio Início (Apea)
1935 - Campeão Paulista (LPF)
1937 - Campeão do Torneio (LPF)
1937 - Torneio Início da Liga
1948 - Campeão da Taça Cidade de Santos
1948 - Vencedor da Taça das Taças
1949 - Campeão da Taça Cidade de São Paulo
1951 - Torneio Quadrangular de Belo Horizonte (Campeão Invicto)
1952 - Campeão do Torneio (FPF)
1952 - Torneio Início da FPF
1952 - Campeão da Taça Santos
1955 - Campeão Paulista (2º)
1956 - Campeão da Taça Gazeta Esportiva (24 jogos invicto)
1956 - Torneio Internacional da FPF
1956 - Campeão do Torneio de Classificação (17 jogos invicto)
1956 - Bicampeão Paulista (3º)
1956 - Torneio Internacional Roberto Gomes Pedrosa
1958 - Campeão Paulista (4º)
1959 - Troféu Dr. Mário Echandi
1959 - Torneio Pentagonal do México
1959 - Torneio Roberto Gomes Pedrosa (Rio/S. Paulo)
1959 - Troféu Tereza Herrera (Espanha)
1959 - Torneio de Valencia (Espanha)
1960 - Troféu de Gialorosso (Itália)
1960 - IV Torneio de Paris
1960 - Campeão Paulista (5º)
1961 - Torneio da Costa Rica
1961 - Torneio Pentagonal de Guadalajara (México)
1961 - Bicampeão do Torneio Paris
1961 - Torneio Itália/61
1961 - Bicampeão Paulista (6º)
1961 - Campeão Brasileiro (1º) Taça Brasil
1962 - Bicampeão Brasileiro - Taça Brasil
1962 - Campeão Sul-Americano Interclubes
1962 - Tricampeão Paulista (7º)
1962 - Campeão Mundial Interclubes
1963 - Tricampeão Brasileiro - Taça Brasil
1963 - Torneio Roberto Gomes Pedrosa (Rio/S. Paulo)
1963 - Bicampeão Sul-Americano Interclubes
1963 - Bicampeão Mundial Interclubes
1964 - Bicampeão do Torneio Roberto Gomes Pedrosa(Rio/S. Paulo)
1964 - Campeão Paulista (8º)
1964 - Tetracampeão Brasileiro - Taça Brasil
1965 - Torneio Hexagonal do Chile
1965 - Torneio de Caracas (Venezuela)
1965 - Torneio Quadrangular de Buenos Aires (Argentina)
1965 - Bicampeão Paulista (9º)
1965 - Pentacampeão Brasileiro - Taça Brasil
1966 - Torneio Roberto Gomes Pedrosa (Rio/S. Paulo)
1966 - Torneio de Nova York
1967 - Campeão Paulista (10º)
1967 - Torneio Triangular de Florença
1967 - Torneio Rubens Ulhoa Cintra
1968 - Torneio Amazônia
1968 - Torneio Octogonal Chile (Nicolau Moran)
1968 - Bicampeão Paulista (11º)
1968 - Torneio Pentagonal de Buenos Aires
1968 - Hexacampeão brasileiro - Torneio Roberto Gomes Pedrosa (1ª Taça de Prata)
1968 - Recopa - Sul-Americano Interclubes
1968 - Recopa - Mundial Interclubes
1969 - Tricampeão Paulista (12º)
1969 - Torneio de Cuiabá
1970 - Torneio Hexagonal do Chile
1970 - Taça Cidade de São Paulo
1970 - Torneio Triangular da Guatemala
1971 - Torneio de kingston - Jamaica - Triangular
1972 - Fita Azul do Futebol Brasileiro (17 partidas invicto)
1973 - Campeão Paulista (13º)
1975 - Torneio Governador do Estado - Taça Laudo Natel
1975 - Torneio Governador da Bahia (Roberto Santos)
1977 - Torneio Hexagonal do Chile
1977 - Torneio Triangular do México (Leon)
1978 - Campeão Paulista (14º)
1983 - Torneio Vencedores da América (Uruguai)
1983 - Torneio Cidade de Barcelona (Espanha)
1984 - Torneio Início
1984 - Taça dos Invictos da Gazeta Esportiva Nova Série (15 partidas invicto)
1984 - Campeão Paulista (15º)
1985 - Torneio Copa Kirim (Japão)
1987 - Torneio Cidade de Marseille - 1ª edição (França)
1990 - Super Copa Americana (China)
1994 - Copa Denner
1996 - Torneio de Verão (Santos)
1997 - Torneio Rio/S. Paulo
1998 - Copa Conmebol
2002 - Heptacampeão brasileiro-Campeonato Brasileiro (1º)
2004 - Copa Federação Paulista de Futebol (Santos B)
2004 - Octacampeão brasileiro- Campeonato Brasileiro (2º)
2006 - Campeão Paulista (16º)
2007 - Bicampeão Paulista (17º)
2010 - Campeão Paulista (18º)
2010 - Campeão da Copa do Brasil (1º - nono título nacional)
2011 - Bicampeão Paulista (19º)
2011 - Campeão da Libertadores (3º)
2012 - Tricampeão Paulista (20º)
2012 - Campeão da Recopa Sul-Americana (1º)
2015 - Campeão Paulista (21°)
2015 - Campeão da Copa do Brasil
Recorde de Gols Marcados
Em 20 de janeiro de 1998, o Santos tornou-se a primeira equipe na história do futebol a alcançar a marca de 10 mil gols (gol do meio-campista Jorginho). Em 1º de fevereiro de 2014, atingiu a marca de 12 mil gols (gol do atacante Gabriel). É o clube que mais marcou gols na história do futebol mundial.

Artilheiros
Spoiler:
ImagemImagem
Mais Jogaram
Spoiler:
ImagemImagem
ESTÁDIO URBANO CALDEIRA
O Estádio Urbano Caldeira, mais conhecido como Vila Belmiro, é o maior estádio de futebol da Baixada Santista e abriga o Santos FC, um clube de futebol do Brasil, que foi fundado em 14 de abril de 1912 e revelou Edson Arantes do Nascimento, conhecido mundialmente por Pelé. O estádio foi construído em 1916 e é um dos estádios mais antigos do Brasil.

A História da Vila
Logo após sua fundação, o Santos FC realizava seus treinos em um campo localizado no Bairro do Macuco. Como o gramado não tinha as dimensões oficiais mínimas, seus jogos eram disputados no terreno onde hoje está a “Igreja Coração de Maria”, na avenida Ana Costa.
ImagemImagemImagemImagem
O campo no entanto, era utilizado também por outros clubes da cidade. Em 1915, a situação chegava ao limite, obrigando o Alvinegro inclusive a rejeitar visitas de clubes internacionais. Para resolver o problema, os dirigentes passaram a procurar terrenos na cidade. Em 31 de maio de 1916, uma Assembleia Geral aprovou a compra de uma área de 16.500 metros quadrados, no bairro da Vila Belmiro. No dia 12 de outubro daquele ano, foi inaugurada a praça de esportes do estádio.
O primeiro jogo foi realizado dez dias depois, contra o Ypiranga, válido pelo Campeonato Paulista, terminando 2 a 1 para os donos da casa, com gols de Millon e Jarbas. A escalação do time santista na partida foi Odorico; Américo e Arantes; Pereira, Oscar e Junqueira; Millon, Marba, Tedesco, Jarbas e Arnaldo.
Chamado carinhosamente de a Vila mais famosa do mundo, o nome oficial do estádio é Urbano Caldeira, dado em 1933 como homenagem a um dos maiores benfeitores do clube.
Maior Público: Oficialmente, o maior público que a Vila Belmiro já recebeu foi no dia 15 de fevereiro de 1976, quando o Santos FC enfrentou o Palmeiras sob os olhares de 31.662 torcedores. Infelizmente, o time visitante venceu a partida por 5 a 0, pelo Torneio Governador do Estado.
Em setembro de 1964, o estádio recebeu 32.986 pagantes para assistir ao clássico Santos e Corinthians. Tantas pessoas acabaram comprometendo a estrutura de parte das arquibancadas, que desabou aos seis minutos do primeiro tempo. Apesar de ser o maior público já contabilizado no estádio, por conta do acidente, a partida foi cancelada e não entra nas estatísticas de jogos oficiais do time santista.
Atualmente a capacidade máxima com segurança é de 16.798 pessoas, dentre arquibancadas e os novos camarotes, laterais e atrás de um dos gols.
Imagem

SANTOS e SELEÇÃO
O Santos sempre foi ao longo dos tempos uma equipe que cedeu vários atletas para a Seleção Brasileira. Só de campeões mundiais, o Peixe cedeu 11 atletas. Na história das Copas, o Alvinegro teve 15 de seus jogadores convocados para defender a Seleção, sendo o meia-atacante Araken Patusca o primeiro santista a disputar um Mundial, em 1930, no Uruguai.
Na época havia uma briga entre a Associação Paulista de Esportes Atléticos (Apea) e a Confederação Brasileira de Desportos (CBD), pois nenhum paulista estava na comissão técnica. Por este motivo, a Apea alegou não haver tempo hábil para que chefes de família deixassem tudo organizado e partissem para ficar tanto tempo afastados de casa. Isto fez com que o Brasil embarcasse apenas com jogadores que atuavam no Rio de Janeiro, com exceção de Araken Patusca, único paulista, que estava brigado com o a direção do time santista.
ImagemImagem
Mas as participações dos jogadores do Santos sempre se notabilizaram pelo número de atletas que foram campeões do Mundo. Em 1958, na Suécia, o Alvinegro cedeu o ponta-esquerda Pepe, além do volante Zito e do Rei do Futebol, Pelé. Estes dois atletas foram importantíssimos na arrancada brasileira rumo ao primeiro título de campeão mundial. Pois Pelé e Zito só estrearam na vitória brasileira sobre a União Soviética, por 2 a 0, na última partida da primeira fase.
A consagração de Pelé começaria ali mesmo em gramados suecos, com o Atleta do Século sendo o artilheiro do Brasil, com seis gols, sendo que dois deles foram marcados na final contra os donos da casa.
Em 1962, no Chile, o time da Vila Belmiro cedeu sete jogadores para que a seleção disputasse essa Copa do Mundo. Gilmar (goleiro), Mauro (zagueiro), Zito (volante), Mengálvio (meia), Coutinho (atacante), Pelé (atacante) e Pepe (atacante), foram os santistas que brilharam na conquista do bicampeonato. Pelé jogou apenas duas partidas, marcando um gol sobre o México, por 2 a 0, na estréia brasileira. Mas o Rei não pode continuar ajudando a Seleção, pois uma lesão muscular o impediu de atuar no restante da Copa.
Porém a Seleção continuou vencendo sem Pelé. Na final, Zito teve uma participação decisiva na vitória sobre a Tchecoslováquia por 3 a 1, já que o capitão santista fez o segundo gol brasileiro na final. O Peixe também teve uma grande participação com o zagueiro Mauro, que além de ter feito uma bela participação no Mundial disputado em terras chilenas, foi o capitão do time e teve a honra de erguer a Taça Jules Rimet, com o Brasil sendo coroado bicampeão do Mundo.
Na Copa do Mundo de 1966 na Inglaterra, o Brasil mais uma vez teve jogadores do Santos, o goleiro Gilmar, o zagueiro Orlando Peçanha, os volantes Lima e Zito, alem dos atacante Pelé e Edu foram convocados.
Em 1970, Carlos Alberto Torres (lateral-direito), Joel Camargo (zagueiro), Clodoaldo (volante), Pelé (atacante) e Edu (atacante), ajudaram o Brasil a ganhar a terceira estrela. Considerada por muitos como a melhor seleção que o Mundo viu jogar,42 o time liderado por Carlos Alberto Torres, que era o capitão desta seleção e Pelé, no auge de sua maturidade futebolística foram os responsáveis por comandar a equipe que encantou o Mundo e trouxe a Taça Jules Rimet de forma definitiva para o Brasil, com a conquista inédita na época de tri-campeão mundial.
O zagueiro Marinho Peres e o atacante Edu defenderam o Brasil na Copa do Mundo de 1974, na Alemanha. Depois deles, somente em 2010 haveria outro atleta do clube convocado para uma Copa: o atacante Robinho.
Mesmo nas Copas de 1994 (Estados Unidos) e 2002 (Coreia do Sul e Japão), o Santos se fez presente na Seleção Brasileira que conquistou os dois títulos. Em 1994, o zagueiro Ricardo Rocha e o volante Dunga, já tinham atuado com o manto alvinegro. O Dunga atuou no Peixe em 1986, enquanto que Ricardo Rocha por pouco não foi convocado pelo time da Vila Belmiro, onde atuou até o fim de 1993, quando terminou o contrato dele com o clube e o zagueiro resolveu ir para o Vasco da Gama.
Em 2002, os santistas cederam para o time pentacampeão mundial o preparador de goleiros, Carlos Pracidelli, e o fisioterapeuta, Luis Rosan, que foi muito importante para a recuperação do atacante Ronaldo, artilheiro desta Copa do Mundo.
Na Copa do Mundo de 2006, o jogador Robinho, recém-saído do Santos Futebol Clube, foi convocado. Também em 2006, esteve presente na Copa do Mundo de 2006 o zagueiro paraguaio Julio Manzur, convocado pela seleção de seu país e titular da conquista do Campeonato Paulista daquele ano.
Na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, Robinho voltou a ser convocado para a Seleção Brasileira e, depois de 36 anos, o Santos FC voltou a ter um jogador de seu elenco convocado para o torneio. O Rei das Pedaladas marcou dois gols (contra o Chile e contra a Holanda), quebrando um jejum de gols de jogadores santistas em Copas do Mundo, que permanecia desde o gol de Carlos Alberto Torres, o quarto gol do Brasil na final da Copa do Mundo do 1970.

O DIA QUE O SANTOS PAROU UMA GUERRA

Imagem
No dia 04/02/1969, o Santos FC parava uma guerra civil na Biafra, jogando na cidade de Benin, na Nigéria, ao vencer a equipe da Seleção do Meio Oeste por 2 a 1, com gols de Edu e Toninho Guerreiro. A equipe formou com Gilmar (Laércio); Turcão, Ramos Delgado, Joel Camargo e Rildo (Oberdan); Lima e Negreiros (Marçal); Manoel Maria, Toninho (Douglas), Pelé (Amauri) e Edu (Abel). O técnico era Antônio Fernandes, o Antoninho.

Nessa excursão ao continente africano, o time jogou nove partidas, vencendo cinco, empatando três e perdido uma, marcando 19 gols e sofrendo 11. Os artilheiros em gramados africanos foram Pelé (8), Toninho Guerreiro (5), Mané Maria e Douglas (2) e Edu e Lima (1).

Curiosidade

O jornalista Gilberto Castor Marques, enviado especial de “A Tribuna”, que acompanhava o Peixe escreveu que quando o Alvinegro chegou na cidade de Benin, foi decretado feriado na parte da tarde daquele dia pelo governador da região nigeriana, o tenente-coronel Samuel Ogbemudia, o qual também autorizou que a ponte sobre o rio que ligava Benin à cidade de Sapele tivesse a passagem liberada para que todos, indistintamente, pudessem assistir ao jogo. Akenzua II, conhecido como “The Oba de Benin”, era o rei local e governava apenas espiritualmente e tinha para espanto do “coringa” Lima, 26 esposas, 84 filhos e 216 filhas.

O inesquecível Gilmar afirmou que realmente esse foi o jogo da famosa “guerra suspensa” para ver o Santos FC jogar, e não só o “Rei” Pelé, e que tão logo o time subiu a bordo do avião de volta ao Congo, as hostilidades reiniciaram na região.

Essa guerra civil entre os nigerianos e os separatistas do Leste Africano, que queriam a criação de um país com o nome de Biafra, teve início em 1967 e terminou em janeiro de 1970 com a morte de mais de um milhão de civis, dizimados pela fome e por horrendos confrontos.
Imagem

Fonte: Site Official do Santos Futebol Clube
Editado pela última vez por SKYWALKER em 29 Nov 2015 22:22, em um total de 3 vezes.
"Nascido e criado no off tópico"

Oi amiguinho...

Online
Avatar do usuário
SKYWALKER
Mensagens: 7711
Registrado em: 01 Out 2014 18:25
Contato:

Re: SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por SKYWALKER » 07 Out 2014 21:30

Reservado
"Nascido e criado no off tópico"

Oi amiguinho...

luizmma
Admin
Admin
Mensagens: 4306
Registrado em: 03 Jul 2014 15:24
Contato:

Re: SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por luizmma » 17 Out 2014 10:29

Boa finalmente eu achei o tópico do Maior do Século nas Américas.
Ontem passamos com o trator em cima do bostafogo não ia nem comemorar , já que não tem graça ganhar de time pequeno , mas , lembrando daquele brasileirão de 95 eu não consigo nutrir simpatia por este timeco de segunda divisão
Meu país demonstrou vergonha de ter minha cor
(Hã, hã)
Seus cuzão, né pra qualquer um memo não!!!

Avatar do usuário
mr_magoo
Aprendiz
Aprendiz
Mensagens: 90
Registrado em: 04 Out 2014 14:51
Contato:

Re: SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por mr_magoo » 17 Out 2014 10:48

Ontem a estrela do Peixe brilhou!!!
Esse ano o Santos ganhou vários jogos com 5 gols né?
De cabeça lembro do cUrinthia, esse do Bostafogo, e uns no Paulista (Bragantino e Mogi Mirim se não me engano).

Avatar do usuário
Victor Silva
Mensagens: 9524
Registrado em: 14 Jun 2014 15:18
Contato:

Re: SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por Victor Silva » 17 Out 2014 10:51

:ile:
CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA #FORAEURICO!!

Curta MMAFORUM:
https://www.facebook.com/mmaforumbrasil/

luizmma
Admin
Admin
Mensagens: 4306
Registrado em: 03 Jul 2014 15:24
Contato:

Re: SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por luizmma » 17 Out 2014 10:53

mr_magoo escreveu:Ontem a estrela do Peixe brilhou!!!
Esse ano o Santos ganhou vários jogos com 5 gols né?
De cabeça lembro do cUrinthia, esse do Bostafogo, e uns no Paulista (Bragantino e Mogi Mirim se não me engano).
Assim de cabeça não tô lembrando , só de mete 5 no curintia já foi bom pois o time nem de longe era um timaço
Meu país demonstrou vergonha de ter minha cor
(Hã, hã)
Seus cuzão, né pra qualquer um memo não!!!

luizmma
Admin
Admin
Mensagens: 4306
Registrado em: 03 Jul 2014 15:24
Contato:

Re: SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por luizmma » 17 Out 2014 10:58

Victor Silva escreveu::ile:
Meu deus vice da gama por aqui ? Quanto que foi o jogo do Santos e vice no primeiro turno do brasileiro mesmo? =)) =)) =))
Meu país demonstrou vergonha de ter minha cor
(Hã, hã)
Seus cuzão, né pra qualquer um memo não!!!

Online
Avatar do usuário
SKYWALKER
Mensagens: 7711
Registrado em: 01 Out 2014 18:25
Contato:

Re: SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por SKYWALKER » 17 Out 2014 11:02

Torcida deve ter qualidade não quantidade!
"Nascido e criado no off tópico"

Oi amiguinho...

Avatar do usuário
Sharivan
Mensagens: 2111
Registrado em: 06 Out 2014 12:14
Contato:

Re: SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por Sharivan » 17 Out 2014 11:57

Aew! :-bd

Até que enfim um tópico para um dos clubes mais gloriosos do futebol mundial! Fiz o tópico no PVT e ia fazer um aqui, mas fui deixando... Hehehe! Que bom que outro santista teve tal interesse!

Forte abraço à toda nação santista! :-c
Eis que Deus é a minha salvação; nele confiarei, e não temerei, porque o SENHOR DEUS é a minha força e o meu cântico, e se tornou a minha salvação. Isaías 12:2

Avatar do usuário
Sharivan
Mensagens: 2111
Registrado em: 06 Out 2014 12:14
Contato:

Re: SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por Sharivan » 17 Out 2014 11:57

SKYWALKER escreveu:Torcida deve ter qualidade não quantidade!
Com certeza!
Eis que Deus é a minha salvação; nele confiarei, e não temerei, porque o SENHOR DEUS é a minha força e o meu cântico, e se tornou a minha salvação. Isaías 12:2

Avatar do usuário
Sharivan
Mensagens: 2111
Registrado em: 06 Out 2014 12:14
Contato:

Re: SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por Sharivan » 17 Out 2014 12:05

Minha primeira contribuição (e já começando bem!):

Santos passeia no Pacaembu, põe o Botafogo na roda e vai à semifinal

Imagem

Com gols de Gabriel, David Braz (dois), Lucas Lima e Geuvânio carimbam a vaga do Peixe em goleada histórica sobre o time carioca, no Pacaembu

Era mata-mata de Copa do Brasil, mas pareceu um treino de luxo. Era um clássico tradicional do futebol brasileiro, mas o duelo beirou o desleal de tão desequilibrado. O Santos atropelou o Botafogo por 5 a 0, na noite desta quinta-feira, no Pacaembu, e se classificou para a semifinal com imensa tranquilidade. Combinou um futebol de alto nível e muita intensidade com a apatia e as limitações do rival, que vive crise sem fim - dentro e fora de campo. Os gols foram marcados por Gabriel, David Braz (duas vezes), Lucas Lima e Geuvânio.

Só o primeiro tempo acabou com três de diferença. Ali já era clara a falta de reação dos cariocas, que vinham de uma virada épica sobre o Ceará, nas oitavas de final. Mas, desta vez, enfraquecido pelas mudanças recentes no elenco e frequentes desfalques, não houve muito o que fazer, a não ser torcer para o apito final chegar logo. Nos primeiros 90 minutos, no Maracanã, o Peixe havia aplicado 3 a 2 e assegurado boa vantagem.

Assim, em cenário oposto, o estádio voltou a receber uma partida decisiva entre os clubes alvinegros depois de 19 anos - quando o Botafogo sagrou-se campeão brasileiro. A concentração de suas últimas forças está mesmo na tentativa de fugir do rebaixamento para a Série B do Brasileirão. Tarefa tão árdua quando à do Santos chegar ao G-4.
Agora, a equipe paulista enfrenta o Cruzeiro na próxima fase atrás do bicampeonato. A ordem e as datas do confronto serão sorteadas nesta sexta-feira, às 14h, na sede da CBF.

Início avassalador define jogo

Mal deu tempo para sonhar com mais uma classificação inesperada. O time carioca sofreu com a velocidade e toque de bola do dono da casa, que abriu o placar logo aos cinco minutos, com Gabriel, desviando cruzamento baixo de Mena ao melhor estilo centroavante. Se a situação já era complicadíssima, ficou ainda pior com o segundo, de David Braz, aproveitando falha de Andrey na saída do gol. Eventualmente, o Glorioso abria algum espaço e ameaçava, como quando Wallyson carimbou o travessão em cobrança de falta.

Nada, porém, que indicasse um novo rumo. Esbanjando seriedade, o Santos controlou as ações e fez com que seu torcedor gritasse olé após o terceiro gol, marcado por Lucas Lima, em belíssima arrancada na qual que driblou até o goleiro. Mesmo com a vaga nas mãos, o Peixe ainda pressionava na marcação e mostrava que queria mais. E viria mais por aí.

Defesa segue mal, e Bota leva mais

Com pouco a fazer, Vagner Mancini colocou Zeballos, então barrado, e não foi capaz de mudar o panorama. O problema maior era na defesa. Aos 17 minutos, David Braz novamente deixou sua marca e transformou em goleada. Substituto de Jefferson, que alegou dores após servir à Seleção e ficou fora, Andrey fez dois milagres para evitar um vexame ainda maior.

A partir daí, foi só passar o tempo. Antes disso, foi a vez de Geuvânio ratificar de vez o placar histórico ao anotar o quinto após um bate e rebate digno de várzea na área - em lance que retratou a facilidade do jogo. No fim, Matheus foi expulso por um carrinho violento em Rildo.

Fonte: Globo.com
Eis que Deus é a minha salvação; nele confiarei, e não temerei, porque o SENHOR DEUS é a minha força e o meu cântico, e se tornou a minha salvação. Isaías 12:2

Avatar do usuário
Sharivan
Mensagens: 2111
Registrado em: 06 Out 2014 12:14
Contato:

Re: SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por Sharivan » 17 Out 2014 12:09

Victor Silva escreveu::ile:
Huahuhaua! Vascaíno não dá nem graça... :rolleyes:
Eis que Deus é a minha salvação; nele confiarei, e não temerei, porque o SENHOR DEUS é a minha força e o meu cântico, e se tornou a minha salvação. Isaías 12:2

sid_
Mensagens: 1334
Registrado em: 13 Out 2014 11:56
Contato:

Re: SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por sid_ » 17 Out 2014 13:08

O DNA Ofensivo fez presença mais um vez ontem , só parou pprque o goleiro do Botafogo pediu para o Renato maneirar

Jogamos ainda sem o menino Robson e com um a menos por que o Mena foi escalado

Estou gostando desse rodízio de atacantes , parece que o pessoal tá motivado porque sabe que vai jogar, mas meu medo nisso é voltar o T.Ribeiro :/

E temos totais condições de eliminar o Cruzeiro na Copa do Brasil.

Avatar do usuário
Sharivan
Mensagens: 2111
Registrado em: 06 Out 2014 12:14
Contato:

Re: SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por Sharivan » 17 Out 2014 13:15

sid_ escreveu:O DNA Ofensivo fez presença mais um vez ontem , só parou pprque o goleiro do Botafogo pediu para o Renato maneirar

Jogamos ainda sem o menino Robson e com um a menos por que o Mena foi escalado

Estou gostando desse rodízio de atacantes , parece que o pessoal tá motivado porque sabe que vai jogar, mas meu medo nisso é voltar o T.Ribeiro :/

E temos totais condições de eliminar o Cruzeiro na Copa do Brasil.
Concordo. Também vale lembrar que o time não aproveitou algumas boas chances de gol. No mais, é torcer para os jogadores não terem mais apagões como no jogo contra o Criciúma, que, com bastante empenho, dá pra passar pelo Cruzeiro sim.
Eis que Deus é a minha salvação; nele confiarei, e não temerei, porque o SENHOR DEUS é a minha força e o meu cântico, e se tornou a minha salvação. Isaías 12:2

Santastico_bjj
Mensagens: 472
Registrado em: 03 Jul 2014 19:34
Contato:

Re: SANTOS FUTEBOL CLUBE - Tópico Oficial

Mensagem por Santastico_bjj » 17 Out 2014 14:00

Só digo uma coisa: Arouca monstro. Deve ser cogitado a tornar-se ídolo do Santos. Joga bem desde que chegou e já está há um bom tempo na Vila.
Gabigol é ótimo, considerando a idade já rende bem demais.
Eu acredito nesse título.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
Imagem

Responder

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: AndrewJJ, didigo, Fedor, JackmAtAll, Lone Wolf McQuade, terroso, Thecker e 51 visitantes