Glover revela aval de Blachowicz e aprova casamento de estilos em possível title shot

Notícias sobre lutadores, equipes e eventos de MMA, bem como PBP de eventos.
Avatar do usuário
Dillan Grau
Admin
Admin
Mensagens: 6287
Registrado em: 30 Nov 2014 09:51
Contato:

Glover revela aval de Blachowicz e aprova casamento de estilos em possível title shot

Mensagem por Dillan Grau » 12 Mar 2021 06:36

Imagem

Apesar da sequência de cinco vitórias que lhe garante o posto de número um do ranking dos meio-pesados (93 kg), Glover Teixeira não era dono do seu destino no UFC. Seu futuro e a chance de lutar pelo cinturão novamente estavam diretamente ligados ao duelo entre Jan Blachowicz e Israel Adesanya, que aconteceu no último sábado (6), válido pelo título da categoria. Porém, o primeiro obstáculo para o brasileiro ter um final feliz foi superado.

Na luta principal do UFC 259, Blachowicz, atual campeão, derrotou Adesanya por decisão unânime dos jurados e manteve o cinturão. O resultado ajudou o brasileiro, uma vez que o nigeriano, caso tivesse vencido, poderia travar a divisão por já ser o campeão do peso-médio (84 kg). Ciente da importância da luta, Glover esteve na primeira fila do UFC Apex, local do embate, e pôde escutar da boca do polonês que ele é o próximo desafiante.

“Foi maneiro demais, estava torcendo para o Blachowicz. Depois da luta eu falei com ele que ele tinha vencido e eu seria o próximo. Aí ele respondeu: ‘Você acha que eu ganhei? Então você é o próximo’. Fiquei feliz que estava lá, vi a luta de perto, senti a vibração da parada. Agora é estudar e treinar em cima disso para fazer o melhor camp possível. Deixa ele descansar e vamos estudando. Não estou com pressa. Ele é o campeão e ele que vai falar a data”, afirmou o mineiro, em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight.

Além da vitória de Blachowicz ter facilitado ainda mais seu caminho para disputar o cinturão, ela também trouxe outro fator para aumentar a confiança de Glover. O casamento de estilos de combate entre ele o polonês foi celebrado pelo brasileiro.

“Acho que sim (ele tem um estilo melhor de enfrentar que o Adesanya). Ele aceita a trocação, é um cara que não se movimenta muito. Depois dessa luta talvez queira fazer um chão, mas o estilo dele se encaixa muito com meu”, analisou, antes de brincar com a comparação que costuma fazer de ele ser uma espécie de ‘Rocky Balboa’ do MMA e Blachowicz ter traços físicos semelhantes aos de ‘Ivan Drago’, um icônico vilão do personagem estrelado pelo ator Sylvester Stallone em um dos filmes da franquia.

“O Blachowicz é um Drago bonzinho (risos). É um cara gente boa, que respeita, está no foco dele e tem tudo acontecendo na sua vida agora. Fiquei feliz por ele ter ganho a luta, merece. Mas agora está no meu caminho, segura algo que é meu sonho e vou buscar isso”, completou o atleta natural de Sobrália (MG) que está no UFC desde 2012.

A empolgação de Glover em ter mais uma oportunidade pelo título também tem uma explicação. Pela idade avançada e 19 anos atuando como lutador de MMA profissional, o meio-pesado sabe que está na sua reta final de carreira e essa pode ser a sua última chance de ser campeão do Ultimate. Ao ser questionado sobre essa situação, o brasileiro preferiu adotar o otimismo e valorizou o grande momento que atravessa na liga.

“Vou fazer 42 anos esse ano e é mais lógico (que seja a última chance). Mas não sei, pode ser que ganhe o cinturão e o defenda por dois anos ou mais. Mas pela lógica deve ser sim. Se eu demorar de novo para ter outra chance fica mais complicado. Mas estou tranquilo, cheguei em um momento da vida que pensei que nem ia ter mais essa chance. Ganhei cinco lutas, contra caras de ponta e estou na cara do gol de novo com essa oportunidade de ouro. Tudo é lucro. Só estou curtindo o momento e essa jornada”, explicou.

Aos 41 anos, Glover Teixeira compete no MMA profissional desde 2002 e acumula 32 vitórias e sete derrotas em sua carreira. O brasileiro vem em grande momento no UFC e enfileirou vitórias sobre Anthony Smith, Nikita Kylov, Ion Cutelaba, Karl Roberson e Thiago ‘Marreta’ em sequência. O mineiro, em 2014, teve a chance de ser campeão da categoria, mas acabou derrotado por Jon Jones, até então campeão, por pontos.

https://agfight.com/entrevistas/glover- ... itle-shot/

Responder

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: enois e 32 visitantes