Tópico dos instrutores

Tudo sobre a arte suave e outras artes está aqui !
Hefe
Mensagens: 1299
Registrado em: 09 Ago 2014 15:10
Contato:

Tópico dos instrutores

Mensagem por Hefe » 28 Nov 2022 15:31

Recentemente fui convidado pelo meu professor a ser instrutor na academia e tive algumas dificuldades. Como tem bastante gente aqui no fórum que dá aula, resolvi criar esse tópico para compartilharmos informações e experiencias.

Seguem alguma metodologia? Como estruturam suas aulas? Quais as maiores dificuldades que encontram durante as aulas? Dificuldades para administrar a academia? Como lidar com diferentes tipos de alunos e personalidades nos treinos?

Enfim, não encontrei na busca um tópico desse e acredito que possa ter alguma utilidade. Bons treinos!

Online
Avatar do usuário
Dillan Grau
Admin
Admin
Mensagens: 14473
Registrado em: 30 Nov 2014 09:51
Contato:

Re: Tópico dos instrutores

Mensagem por Dillan Grau » 28 Nov 2022 19:51

agora vai o certo...

eu curto o esquema do Italo Villardo.

é pensado em cima de fisiologia e especificidade do jiu-jitsu, e faz uma grande diferença.

phpBB [video]


phpBB [video]


phpBB [video]
Imagem

Avatar do usuário
Monsoon
Mensagens: 14592
Registrado em: 28 Dez 2020 11:38
Contato:

Re: Tópico dos instrutores

Mensagem por Monsoon » 28 Nov 2022 20:15

Dillan Grau escreveu:
28 Nov 2022 19:51
Spoiler:
é formado em educação física ?

se for e está com dificuldades então a coisa está feia, isso é meio básico saber montar um treino de musculação.

o "basicão": testes de RM, prefiro e uso essa por ser mais fácil, livros e artigos usam como referência para outros tipos de treino depois. Tem gente q não gosta, a maioria é preguiçoso mesmo, mas eu prefiro ser mais preciso nas coisas e saber em números o qto de peso posso levantar em 1 repetição máxima ( RM ) e depois montar os treinos de força, hipertrofia, potência, resistência... sem teste vc fica num mundo imaginário e só trouxa ou ingênuo cai nos elogios dos professores, eu prefiro mostrar resultado em números.

livros básicos: procurando acha todos em pdf e de graça.

Imagem Imagem Imagem ImagemImagemImagem

com esse vai ter ideia do básico de treinos de musculação, além de uma explicação da bioenergética, tempos de descanso entre os exercícios, entre as séries.

vai conseguir entender os treinos do pessoal do fisiculturismo, strong man, power lifting...

sabendo isso não vai cair no conto do vigário propagado no youtube e instagram com treinos miraculosos.

quando estive bom no básico pode avançar para o treinamento russo, em especial os modelos de periodização, treinos das diferentes tipos de fibras musculares.

sigo muito o esquema do Yuri Verkhoshansky.

ImagemImagemImagemImagem


e o Platonov.

Imagem
Puta post! :ymapplause:

Um que eu conheci de forma até (relativamente) recente foi o Becoming a Supple Leopard: The Ultimate Guide to Resolving Pain, Preventing Injury, and Optimizing Athletic Performance. É uma enciclopédia sobre mobilidade e treino funcional, ilustrado e de leitura extremamente acessível pra quem é mais leigo (que nem eu).

Avatar do usuário
MAU
Mensagens: 2569
Registrado em: 22 Jan 2015 15:04
Contato:

Re: Tópico dos instrutores

Mensagem por MAU » 28 Nov 2022 21:17

Acho que ele ta falando sobre treino de Jiu.
Somos uma geração sem peso nenhum na história.

Hefe
Mensagens: 1299
Registrado em: 09 Ago 2014 15:10
Contato:

Re: Tópico dos instrutores

Mensagem por Hefe » 28 Nov 2022 22:28

Dillan Grau escreveu:
28 Nov 2022 19:51
Spoiler:
é formado em educação física ?

se for e está com dificuldades então a coisa está feia, isso é meio básico saber montar um treino de musculação.

o "basicão": testes de RM, prefiro e uso essa por ser mais fácil, livros e artigos usam como referência para outros tipos de treino depois. Tem gente q não gosta, a maioria é preguiçoso mesmo, mas eu prefiro ser mais preciso nas coisas e saber em números o qto de peso posso levantar em 1 repetição máxima ( RM ) e depois montar os treinos de força, hipertrofia, potência, resistência... sem teste vc fica num mundo imaginário e só trouxa ou ingênuo cai nos elogios dos professores, eu prefiro mostrar resultado em números.

livros básicos: procurando acha todos em pdf e de graça.

Imagem Imagem Imagem ImagemImagemImagem

com esse vai ter ideia do básico de treinos de musculação, além de uma explicação da bioenergética, tempos de descanso entre os exercícios, entre as séries.

vai conseguir entender os treinos do pessoal do fisiculturismo, strong man, power lifting...

sabendo isso não vai cair no conto do vigário propagado no youtube e instagram com treinos miraculosos.

quando estive bom no básico pode avançar para o treinamento russo, em especial os modelos de periodização, treinos das diferentes tipos de fibras musculares.

sigo muito o esquema do Yuri Verkhoshansky.

ImagemImagemImagemImagem


e o Platonov.

Imagem
Excelente post, com certeza vou olhar com calma depois pq é um assunto interessante, mas não é o foco do tópico. O tópico é sobre aulas de Jiu Jitsu (ou alguma outra arte marcial).

Quando somos somente aluno, as vezes não temos noção do quanto é dificil organizar uma aula boa. Conseguir controlar o tempo de aquecimento, que tipo de aquecimento fazer para que combine com a posição a ser ensinada no dia, como "casar" as duplas na hora do sparring pra diminuir risco de lesão ou até mesmo frustrar o aluno. Enfim, tem bastante coisa que pode ser discutida sobre isso para que possamos melhorar as aulas.
MAU escreveu:
28 Nov 2022 21:17
Acho que ele ta falando sobre treino de Jiu.
Isso mesmo.
O tópico é sobre aulas de Jiu Jitsu.

Avatar do usuário
Tony Fla
Aprendiz
Aprendiz
Mensagens: 5812
Registrado em: 18 Jun 2014 15:09
Contato:

Re: Tópico dos instrutores

Mensagem por Tony Fla » 29 Nov 2022 02:07

Até estranhei o post do Dillan hahahahaha.

Alguns pontos para o Hefe, eu procuro ensinar algo a semana toda, pode parecer o básico mas ainda tem pessoas que na segunda é meia guarda, terça queda, quarta guarda aranha e por aí vai, não é o método que acho adequado.

Você é paciente? Isso é bem importante, eu por exemplo tenho preferência por aula infantil e de iniciantes, como é bom ver a evolução do camarada com a coordenação ruim, passar confiança para o mesmo.
Você tem que se conhecer bem, eu tenho um amigo que preferiu trabalhar em obra do que dar aula pra criança (ele odeia), com certeza teria feito alguma merda.

Questão de personalidade dos alunos, certa vez vi o Pé de Pano dizendo que trata os alunos como clientes pois é impossível tratar 700 amigos de forma igual, eu gostei desse ponto de vista.
Octacampeão Brasileiro

Online
Avatar do usuário
Dillan Grau
Admin
Admin
Mensagens: 14473
Registrado em: 30 Nov 2014 09:51
Contato:

Re: Tópico dos instrutores

Mensagem por Dillan Grau » 29 Nov 2022 06:16

Hefe escreveu:
28 Nov 2022 22:28
Excelente post, com certeza vou olhar com calma depois pq é um assunto interessante, mas não é o foco do tópico. O tópico é sobre aulas de Jiu Jitsu (ou alguma outra arte marcial).

Quando somos somente aluno, as vezes não temos noção do quanto é dificil organizar uma aula boa. Conseguir controlar o tempo de aquecimento, que tipo de aquecimento fazer para que combine com a posição a ser ensinada no dia, como "casar" as duplas na hora do sparring pra diminuir risco de lesão ou até mesmo frustrar o aluno. Enfim, tem bastante coisa que pode ser discutida sobre isso para que possamos melhorar as aulas.



Isso mesmo.
O tópico é sobre aulas de Jiu Jitsu.
perdão mestre, viajei...
respondi achando estar na parte de treinamento e agora q percebi q estamos na parte de jiu-jitsu...
vou editar.
Imagem

Grappler
Mensagens: 618
Registrado em: 12 Jul 2014 21:13
Contato:

Re: Tópico dos instrutores

Mensagem por Grappler » 29 Nov 2022 07:54

Quais as principais dúvidas?
De quanto tempo são as aulas? Quantas pessoas em cada aula +/-? Qual o nível dos presentes? Qual o contexto? Competidores ou não competidores?
Grappling way of life!

Avatar do usuário
Raul Nutti
Mensagens: 5417
Registrado em: 23 Nov 2014 20:44
Contato:

Re: Tópico dos instrutores

Mensagem por Raul Nutti » 29 Nov 2022 10:43

Eu já ministrei algumas aulas para um pequeno projeto social, foram poucas crianças e por pouco tempo , mas já deu uma base.
Eu, particularmente, acho o treino de adultos muito mais fácil do que infantil, pelo simples fato que o adulto pagou para estar ali e você deve tratá-lo como um cliente (como foi dito acima).
Aquecimento eu sempre gostei de fazer como é na maior parte das academias que treinei: Uma corridinha, corre levantando joelho, calcanhar na bunda, etc. E em seguida fazer movimentos mais funcionais: Saída de quadril, amortecimento de queda, rolamento, etc. E por ultimo uma atenção especial aos exercícios de fortalecer o pescoço (Sim, não, orelha no ombro).

Sobre a parte técnica, eu nunca dei aula tanto tempo a ponto de fazer um trabalho de longo prazo mas acredito que se sua unidade não lhe passa um cronograma de aulas (Aqui nosso instrutor recebe as posições da semana para repassar pra gente) você vai ter que organizar um.
Partindo do básico, aprender Jiu Jitsu, eu gosto muito das aulas iniciais do método da Gracie Barra
Primeiro, movimentos básicos né: Ponte, fuga, amortecimento de quedas. Bastante, mesmo, mas precisa explicar o porquê das coisas.
Eu acho a parte defensiva muito mais interessante de ensinar primeiro, pois todo iniciante tem um ímpeto inicial de querer rolar, então se tu ensinar saída de montada e fuga de quadril pra reposição de guarda, já dá pra deixar ele brincar de tentar sobreviver com algum graduado não maldoso.
Mas no fim de toda aula eu ensinava algo "ninja" bem rapidinho: Saída de gravata de porteiro com queda, Kimura da guarda, etc. Essas finalizações bobinhas e com bem poucas repetições (Bem menos que os exercícios básicos) pro cara sentir que tá treinando arte marcial mesmo.

O que eu acho que todo branca precisa aprender no geral:
Conceitos básicos de cada posição:
Se tá dentro da guarda, não adianta abraçar o cara nem tentar estrangular ele dali, precisa posturar, ter o controle de quadril e joelhos e então iniciar os movimentos de passagem
Se tá por baixo na meia, precisa lutar pelas esgrimas para tirar as costas do chão e criar espaço para reposição ou raspagem
Se tá com alguém montado, proteger golas e braços e espernear.
Esse tipo de coisa

Acho que a evolução é muito maior do que colocar alguém pra aprender uma raspagem de guarda aranha junto com o resto da turma e depois ser destruído no tatame por semanas até começar a entender o que que precisa fazer.
"In wars, boy, fools kill other fools for foolish causes"
Imagem

Avatar do usuário
Monsoon
Mensagens: 14592
Registrado em: 28 Dez 2020 11:38
Contato:

Re: Tópico dos instrutores

Mensagem por Monsoon » 29 Nov 2022 11:12

Raul Nutti escreveu:
29 Nov 2022 10:43
Spoiler:
Eu já ministrei algumas aulas para um pequeno projeto social, foram poucas crianças e por pouco tempo , mas já deu uma base.
Eu, particularmente, acho o treino de adultos muito mais fácil do que infantil, pelo simples fato que o adulto pagou para estar ali e você deve tratá-lo como um cliente (como foi dito acima).
Aquecimento eu sempre gostei de fazer como é na maior parte das academias que treinei: Uma corridinha, corre levantando joelho, calcanhar na bunda, etc. E em seguida fazer movimentos mais funcionais: Saída de quadril, amortecimento de queda, rolamento, etc. E por ultimo uma atenção especial aos exercícios de fortalecer o pescoço (Sim, não, orelha no ombro).

Sobre a parte técnica, eu nunca dei aula tanto tempo a ponto de fazer um trabalho de longo prazo mas acredito que se sua unidade não lhe passa um cronograma de aulas (Aqui nosso instrutor recebe as posições da semana para repassar pra gente) você vai ter que organizar um.
Partindo do básico, aprender Jiu Jitsu, eu gosto muito das aulas iniciais do método da Gracie Barra
Primeiro, movimentos básicos né: Ponte, fuga, amortecimento de quedas. Bastante, mesmo, mas precisa explicar o porquê das coisas.
Eu acho a parte defensiva muito mais interessante de ensinar primeiro, pois todo iniciante tem um ímpeto inicial de querer rolar, então se tu ensinar saída de montada e fuga de quadril pra reposição de guarda, já dá pra deixar ele brincar de tentar sobreviver com algum graduado não maldoso.
Mas no fim de toda aula eu ensinava algo "ninja" bem rapidinho: Saída de gravata de porteiro com queda, Kimura da guarda, etc. Essas finalizações bobinhas e com bem poucas repetições (Bem menos que os exercícios básicos) pro cara sentir que tá treinando arte marcial mesmo.

O que eu acho que todo branca precisa aprender no geral:
Conceitos básicos de cada posição:
Se tá dentro da guarda, não adianta abraçar o cara nem tentar estrangular ele dali, precisa posturar, ter o controle de quadril e joelhos e então iniciar os movimentos de passagem
Se tá por baixo na meia, precisa lutar pelas esgrimas para tirar as costas do chão e criar espaço para reposição ou raspagem
Se tá com alguém montado, proteger golas e braços e espernear.
Esse tipo de coisa

Acho que a evolução é muito maior do que colocar alguém pra aprender uma raspagem de guarda aranha junto com o resto da turma e depois ser destruído no tatame por semanas até começar a entender o que que precisa fazer.
Qual a diferença na abordagem de treino normal pra competição? Em termos práticos mesmo, o que priorizam de um pra outro?

Avatar do usuário
Raul Nutti
Mensagens: 5417
Registrado em: 23 Nov 2014 20:44
Contato:

Re: Tópico dos instrutores

Mensagem por Raul Nutti » 29 Nov 2022 11:20

Monsoon escreveu:
29 Nov 2022 11:12
Qual a diferença na abordagem de treino normal pra competição? Em termos práticos mesmo, o que priorizam de um pra outro?
Treinos "Normais" no meu dia-a-dia eu foco nas posições do curriculo da semana. Vamos supor alguma coisa
Guarda One Leg, por exemplo.
No aquecimento a gente faz um ou dois drills que são mecanicamente parecidos com algum movimento chave da posição, em seguida é explicada a posição, repetida, e então se faz um combate específico partindo dali. No fim do treino é combate livre.
Se a posição for uma defesa, o específico é partindo daquele ataque, e assim vai.
O foco é explorar pontos chave, treinar pontos fracos nossos e nos colocar em posições que são desconhecidas ou que comumente não acabamos nela. No treino de graduado, muitas vezes todo mundo para pra estudar uma dúvida de alguém, tentar achar buracos, contra ataques, etc.

Treino de competição é pra focar em ganhar, então cada um treina seus pontos fortes, bola um plano de jogo e começa a trabalhar nele. Estávamos treinando para um No Gi (Que infelizmente foi cancelado, lutaria esse final de semana) que nosso treino era drill de esgrima, depois vários minutos de clinch, trocas de queda. Depois era combate específico de controle de costas, aí já treinava revezando ataque e defesa. Por último combate livre, no tempo do campeonato, com o professor marcando ponto.

Diferença de foco e intensidade, principalmente. Na sexta feira a noite não vou meter um crossface num branca pra entortar a cabeça dele pra cima e pegar o pescoço. No treino de competição eu vou. (Ou vão fazer isso comigo)
"In wars, boy, fools kill other fools for foolish causes"
Imagem

LeoMatosJJ
Aprendiz
Aprendiz
Mensagens: 15614
Registrado em: 07 Fev 2019 15:12
Contato:

Re: Tópico dos instrutores

Mensagem por LeoMatosJJ » 30 Nov 2022 18:31

Quando eu dava aulas, eu procurava sempre conectar um treino no outro, a sequência de posições da semana precisa ter uma lógica por trás delas.

Na parte "física", era só o suficiente pra aquecer o corpo. Muitas vezes, usava até a própria posição do dia pra aquecer o corpo.

Sempre odiei esse negócio de fazer treino físico antes do treino técnico. Porra, qual a utilidade de ficar fazendo agachamento, burpee, polichinelo, flexão...tu vai fazer essa merda na luta? O que dá gás pra luta é lutar.

Fazia isso justamente pra tentar maximizar o tempo de sparring ou de treino específico.

Avatar do usuário
Monsoon
Mensagens: 14592
Registrado em: 28 Dez 2020 11:38
Contato:

Re: Tópico dos instrutores

Mensagem por Monsoon » 30 Nov 2022 20:28

LeoMatosJJ escreveu:
30 Nov 2022 18:31
Quando eu dava aulas, eu procurava sempre conectar um treino no outro, a sequência de posições da semana precisa ter uma lógica por trás delas.

Na parte "física", era só o suficiente pra aquecer o corpo. Muitas vezes, usava até a própria posição do dia pra aquecer o corpo.

Sempre odiei esse negócio de fazer treino físico antes do treino técnico. Porra, qual a utilidade de ficar fazendo agachamento, burpee, polichinelo, flexão...tu vai fazer essa merda na luta? O que dá gás pra luta é lutar.

Fazia isso justamente pra tentar maximizar o tempo de sparring ou de treino específico.
Verdade, Mestre. Quer balançar a bunda, vá fazer zumba...

Avatar do usuário
Monsoon
Mensagens: 14592
Registrado em: 28 Dez 2020 11:38
Contato:

Re: Tópico dos instrutores

Mensagem por Monsoon » 30 Nov 2022 20:37

Mestre Turtle é casca grossíssima, o cara é um tanque...
Queria muito ver um post dele sobre didática de ensino e método em geral.
Mestre @Tartaruga

Online
Avatar do usuário
Dillan Grau
Admin
Admin
Mensagens: 14473
Registrado em: 30 Nov 2014 09:51
Contato:

Re: Tópico dos instrutores

Mensagem por Dillan Grau » 01 Dez 2022 10:26

pior q o mestre LeoMatosJJ falou é algo cultural...
e acho que vai demorar para o pessoal abrir a cabeça e ver q se matar antes de treinar, treino especifico de jiu-jitsu, não melhora, só piora...
treinar com níveis altos de fadiga tira a precisão dos movimentos, se aproxima de lesão, etc...mas é o treino de "guerreiro".
aqui no RS é fogo, já vi equipe usando os protocolos do Tabbata como aquecimento, circuitos "funcionais", pliometria, onde nenhuma valência é transmitida para luta, e na hora do treino técnico e dos rolas o pessoal estava morto.
Imagem

Responder

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Amâncio Siqueira e 91 visitantes