Russice news - Diretores fizeram pessoas comuns atuarem em cenas reais de sexo e violência para filme sobre URSS

Assuntos gerais que não se enquadrem nos fóruns oficiais serão discutidos aqui.
Online
Avatar do usuário
Aldebarã
Usuário
Usuário
Mensagens: 3630
Registrado em: 23 Nov 2014 18:29
Contato:

Russice news - Diretores fizeram pessoas comuns atuarem em cenas reais de sexo e violência para filme sobre URSS

Mensagem por Aldebarã » 23 Mar 2020 13:04

BERLIM, ALEMANHA (FOLHAPRESS) - Foi sob choque que o Festival de Berlim recebeu o longa "DAU Natasha", dos cineastas russos Ilya Khrzhanovski e Jekaterina Oertel. Na luta pelo Urso de Ouro, o filme mostra as agruras da vida de uma garçonete, na União Soviética de 1952. Além de cenas de sexo e de violência reais, não encenados, a protagonista sofre tortura psicológica e mesmo física, inclusive de cunho sexual.

O longa faz parte de um dos projetos mais ambiciosos do cinema recente, batizado de DAU: um grande estúdio foi construído na Ucrânia, funcionando entre 2009 e 2011, reproduzindo a atmosfera da opressiva sociedade soviética stalinista de meados do século 20.

O estúdio reproduzia um instituto de pesquisas científicas e locais nos arredores (como a cantina de Natasha). Várias pessoas associadas ao projeto se mudaram para os estúdios, tendo sua biografia adaptada para a URSS daquela época. Naquele microcosmo, usavam roupas, falavam e utilizavam a tecnologia específicas do período. Enquanto viviam essa realidade paralela, eram submetidos a filmagens de sua rotina, com Khrzhanovski apenas preparando algumas situações, mas deixando quase todo o conteúdo por conta dos atores (não profissionais, em maioria).

Ao menos duas mulheres reclamaram anonimamente de situações abusivas no set. "Sei que está na moda lançar esse tipo de acusação, sobretudo em projetos tão grandes", disse Khrzhanovski à imprensa. "Mas entendo: o projeto aborda temas que suscitam reações."

Foram rodadas mais de 700 horas de filmagem, que demoraram quase uma década até serem editadas. Renderam diversos produtos audiovisuais distintos --pelo menos quatro deles já foram proibidos na Rússia, sob a alegação de "propaganda de pornografia". Um deles é o próprio "Natasha", o primeiro longa do projeto DAU a estrear em um festival --além dele, Berlim exibe fora de competição outro filme, chamado "DAU. Degeneration", com trama independente.

Em "Natasha", a protagonista recebe rotineiramente em seu restaurante a equipe de um pesquisador francês que está na URSS para estudos científicos. Mas apesar de ter bom convívio com camaradas soviéticos, o cientista é espionado pela KGB. Depois que o estrangeiro se relaciona com Natasha, ela é submetida a um terrível interrogatório, em que a polícia stalinista a faz passar por diversas situações humilhantes --a pior delas envolve uma garrafa.

O filme não poupa o espectador: é violentíssimo. Logo no começo, Natasha sai no braço com uma garçonete subalterna, em cena que dura vários minutos. A equipe apenas registrava o que ocorria, assim como em uma sequência mais adiante, quando Natasha e o francês fazem sexo, ou mesmo as cenas do interrogatório. As mulheres do filme várias vezes aparecem em situações degradantes.

A protagonista é Natasha Berezhnaya, que não é atriz profissional, mas se submete a situações em cena que faria qualquer sindicato de atores do mundo entrar em polvorosa. Segundo o diretor, o elenco tinha o direito de se recusar a fazer. "Como você pode trabalhar com essas questões sem conversar com os artistas antes sobre o assunto?", diz Khrzhanovski.

"Éramos livres [para recusar alguma cena]. E conscientes do que estávamos fazendo", diz Berezhnava, aparentemente sem remorsos. Mas o filme levanta a questão: até que ponto um ator pode ou deve se submeter às ordens e solicitações de um patrão em nome da arte? E também reascende discussões sobre a representação da violência contra a mulher no cinema.

"Mas isso [violência contra a mulher] acontece na vida real, não se deve ocultar. E era comum principalmente na União Soviética", minimiza a diretora Oertel.

O filme pode até causar repúdio por questões éticas, mas artisticamente é uma aposta ganha. A narrativa mantém a atenção de maneira quase hipnótica, explorando uma espécie de naturalismo na representação que transmite às cenas um fascínio muito raro, sobretudo em filmes de época. A experiência de confinamento e de "vida real filmada" do projeto DAU de fato funciona em níveis quase inéditos no cinema. Pode até ter sido uma experiência humana questionável, mas em termos estéticos, traz elementos inauditos.

Bem mais suave é o novo longa do sul-coreano Hong Sang-soo, muito elogiado por "The Woman Who Ran". É mais um dos filmes do cineasta que se dedica a mostrar os personagens conversando sobre assuntos diversos, rotineiros (desta vez, porém, sem tanto álcool).

Hong é um cineasta impressionante: basta ligar a câmera, mesmo na cena mais simples, e alguma magia acontece -há uma formidável sequência em que dois personagens discutem sobre um gato, e o felino se coça e mexe com a boca nos momentos exatos, como se tivesse sido instruído a isso. O longa recebeu fortes aplausos na sessão de imprensa e é um dos favoritos ao Urso de Ouro.
Super Pokemon evolui de marmita de comuna para ISENTINHO!!!!!!!


Online
Avatar do usuário
marofa
Usuário
Usuário
Mensagens: 6546
Registrado em: 20 Dez 2014 22:36
Contato:

Re: Russice news - Diretores fizeram pessoas comuns atuarem em cenas reais de sexo e violência para filme sobre URSS

Mensagem por marofa » 23 Mar 2020 13:20

Quando começam muito marketing sempre decepciona..

Tonio Kröger
Usuário
Usuário
Mensagens: 4316
Registrado em: 29 Nov 2015 22:18
Contato:

Re: Russice news - Diretores fizeram pessoas comuns atuarem em cenas reais de sexo e violência para filme sobre URSS

Mensagem por Tonio Kröger » 23 Mar 2020 13:44

Hong é um cineasta impressionante: basta ligar a câmera, mesmo na cena mais simples, e alguma magia acontece -há uma formidável sequência em que dois personagens discutem sobre um gato, e o felino se coça e mexe com a boca nos momentos exatos, como se tivesse sido instruído a isso.
Realmente, é impressionante o cineasta que tem uma ideia brilhante como essas. :rolleyes:

No mais, esses filmes com esse tipo de abordagem só servem pra satisfazer a curiosidade de punheteiros em cenas recortadas e coladas no Xvideos. Eu mesmo nunca vi Blue Is The Warmest Color, mas aquela cena das duas atrizes colando velcro tá disponível em inúmeros sites educativos. Acredito que é só aquilo que interessa no filme.

Como disseram acima, quando o marketing é muito a merda é grande.

Avatar do usuário
Ricardo Valota
Usuário
Usuário
Mensagens: 877
Registrado em: 06 Dez 2014 21:53
Contato:

Re: Russice news - Diretores fizeram pessoas comuns atuarem em cenas reais de sexo e violência para filme sobre URSS

Mensagem por Ricardo Valota » 23 Mar 2020 15:16

No Xvideos tá cheio de cenas dessas garotas de países miseráveis do leste europeu que chegam em estúdios americanos , franceses e espanhóis , onde qualquer 500 doletas é uma fortuna pra essas coitadas ..! Os caras barbarizam elas ! As submetem a cenas humilhantes !
O Departamento de Direitos Humanos da ONU deveria investigar , punir e Proibir esse tipo de coisa .

Avatar do usuário
Paulo J.
Usuário
Usuário
Mensagens: 10847
Registrado em: 09 Abr 2016 21:04
Contato:

Re: Russice news - Diretores fizeram pessoas comuns atuarem em cenas reais de sexo e violência para filme sobre URSS

Mensagem por Paulo J. » 23 Mar 2020 15:23

Filme do gato>esse que daqui a cinco anos terá atrizes se queixando que foram abusadas pelo Diretor para agradar o público masculino(tipo aconteceu com o filme Azul é a cor mais quente).

Avatar do usuário
Vitorino
Usuário
Usuário
Mensagens: 2170
Registrado em: 18 Mar 2017 16:32
Contato:

Re: Russice news - Diretores fizeram pessoas comuns atuarem em cenas reais de sexo e violência para filme sobre URSS

Mensagem por Vitorino » 23 Mar 2020 15:33

Ricardo Valota escreveu:
23 Mar 2020 15:16
No Xvideos tá cheio de cenas dessas garotas de países miseráveis do leste europeu que chegam em estúdios americanos , franceses e espanhóis , onde qualquer 500 doletas é uma fortuna pra essas coitadas ..! Os caras barbarizam elas ! As submetem a cenas humilhantes !
O Departamento de Direitos Humanos da ONU deveria investigar , punir e Proibir esse tipo de coisa .
Pois é. Eu as assisto, foda-se. Mas a real é que deve rolar um tráfico humano, principalmente de mulher nessas terras. Já ouvi de um espanhol que o sonho de uma mulher húngara é ser atriz porno. Parecia muito aquele senso comum que é baseado em experiencias ou historias que contam por aí que é o velho ''onde há fumaça há fogo''.
Synthwave & Retrowave
Deutsche als Fremdsprache

Avatar do usuário
cardonelli
Usuário
Usuário
Mensagens: 6094
Registrado em: 01 Out 2014 16:40
Contato:

Re: Russice news - Diretores fizeram pessoas comuns atuarem em cenas reais de sexo e violência para filme sobre URSS

Mensagem por cardonelli » 23 Mar 2020 15:42

Ricardo Valota escreveu:
23 Mar 2020 15:16
No Xvideos tá cheio de cenas dessas garotas de países miseráveis do leste europeu que chegam em estúdios americanos , franceses e espanhóis , onde qualquer 500 doletas é uma fortuna pra essas coitadas ..! Os caras barbarizam elas ! As submetem a cenas humilhantes !
O Departamento de Direitos Humanos da ONU deveria investigar , punir e Proibir esse tipo de coisa .
Qual tag? Quero ver e me indignar tb

Avatar do usuário
thiagobjj
Usuário
Usuário
Mensagens: 3375
Registrado em: 01 Out 2014 12:50
Contato:

Re: Russice news - Diretores fizeram pessoas comuns atuarem em cenas reais de sexo e violência para filme sobre URSS

Mensagem por thiagobjj » 23 Mar 2020 16:10

Esperando os highlights no xavier
Imagem


"Brasil Acima de tudo, Lúcifer acima de todos!!!"

Avatar do usuário
Tubarao Floripa
Usuário
Usuário
Mensagens: 3349
Registrado em: 07 Out 2014 22:53
Contato:

Re: Russice news - Diretores fizeram pessoas comuns atuarem em cenas reais de sexo e violência para filme sobre URSS

Mensagem por Tubarao Floripa » 23 Mar 2020 18:56

cardonelli escreveu:
23 Mar 2020 15:42
Qual tag? Quero ver e me indignar tb
Se achar me avisa, fiquei curioso pra saber o que não ver :punk: :lol:
Enviado da minha internet discada usando Windows 95.

Nick velho: ZARBON. :enhancedwheelchair:

www.wadovaletudo.com.br

Avatar do usuário
tjeua
Usuário
Usuário
Mensagens: 3671
Registrado em: 02 Out 2014 16:55
Contato:

Re: Russice news - Diretores fizeram pessoas comuns atuarem em cenas reais de sexo e violência para filme sobre URSS

Mensagem por tjeua » 23 Mar 2020 20:59

Só colocar European public pickup
Já zerei essa tag


Online
Avatar do usuário
Ron
Usuário
Usuário
Mensagens: 2253
Registrado em: 23 Out 2014 19:54
Contato:

Re: Russice news - Diretores fizeram pessoas comuns atuarem em cenas reais de sexo e violência para filme sobre URSS

Mensagem por Ron » 23 Mar 2020 21:15

Ricardo Valota escreveu:
23 Mar 2020 15:16
No Xvideos tá cheio de cenas dessas garotas de países miseráveis do leste europeu que chegam em estúdios americanos , franceses e espanhóis , onde qualquer 500 doletas é uma fortuna pra essas coitadas ..! Os caras barbarizam elas ! As submetem a cenas humilhantes !
O Departamento de Direitos Humanos da ONU deveria investigar , punir e Proibir esse tipo de coisa .
Mestre Valota, mas tu pesquisa no Xavier menina do leste europeu? Na República Tcheca são os melhores vídeos.
Rei da Fake news: El Chavo del ocho

sid_
Usuário
Usuário
Mensagens: 1296
Registrado em: 13 Out 2014 11:56
Contato:

Re: Russice news - Diretores fizeram pessoas comuns atuarem em cenas reais de sexo e violência para filme sobre URSS

Mensagem por sid_ » 23 Mar 2020 23:51

Tbm tô nem ae pra filmecos que querem chocar com sexo e são lixo puro, um dos poucos que vi que prestava era Diet of Sex
( Aliás no finado tinha um tópico Épico de memorável com atrizes mainstrem que deram as veras na camera, era uma lista legal, acho que teve um aqui)

Se quero assistir sexo inserido com uma trama, é só recorrendo as produções JAV , MUITO mais honesto, que essas bosta, tem vários roteiros prontos de vários temas, por vezes os Japas acertam em cheio, foda é o mosaico pixelado rsrs, mas por o ambiente tá tão imerso que vc nem repara.
cardonelli escreveu:
23 Mar 2020 15:42
Qual tag? Quero ver e me indignar tb
Mesmo sites grandes como LegalPorno, já são cheio disso, toda semana tem uma novinha do leste europeu que é tratorizada por uns 7 caras, não curto esse tipo de xxx, mas é de se impressionar mesmo. Czech Streets é outro. Minas lindas, que são captadas até pra produções de bestialidade.


Responder