Nate Diaz explica guerra de nervos com UFC que causou três anos de ausência do cage

Notícias sobre lutadores, equipes e eventos de MMA, bem como PBP de eventos.
Online
Dillan Grau
Admin
Admin
Mensagens: 1668
Registrado em: 30 Nov 2014 09:51
Contato:

Nate Diaz explica guerra de nervos com UFC que causou três anos de ausência do cage

Mensagem por Dillan Grau » 13 Ago 2019 06:46

Imagem
Nate Diaz encara Anthony Pettis neste sábado, no UFC 241 – Diego Ribas

Foram três anos longe do octógono. Desde que travou sua segunda luta contra Conor McGregor no UFC, Nate Diaz não competiu mais e por vezes viu seu nome envolvido com polêmicas declarações de Dana White, presidente do show, que parecia inconformado com sua inatividade. Agora, porém, chegou a hora de falar.

Com duelo contra Anthony Pettis marcado para o próximo sábado (17), no card principal do UFC 241, Diaz voltou a falar com a imprensa a americana e, durante entrevista ao canal ESPN, analisou seu período sabático, além de relembrar a queda de braço que travou com o UFC, evento que de acordo com ele não o teria valorizado como deveria.

“Com certeza eu não perdi aquela luta [revanche com Conor], mas eles estavam como: ‘Você perdeu, desce no ranking, saia daqui’. Quando ele perdeu a primeira para mim, foi o grande acontecimento e ele precisava da revanche. Estava obcecado comigo e todo esse marketing que foi feito sobre ele precisar voltar e provar quão incrível ele era”, afirmou, se referindo à diferença de tratamento dada ao irlandês.

Questionando o UFC por nunca ter lhe dado as revanches que ele pediu ao longo de sua longa carreira no UFC, Nate foi além e garantiu que, pelo status alcançado, não precisava implorar por lutas. Desta forma, resguardado com os milhões de dólares lucrados nos combates com Conor, ele optou por ficar de fora até que uma oportunidade aparecesse.

“Não preciso ficar implorando por lutas. Venci o melhor cara do momento. Venci o melhor e estão me tratando como esquecido. (…) Depois de um certo tempo, me perguntava o que estava de errado com esses lutadores. Sou a maior luta atualmente e eles ficam apenas sentados”, narrou, ao seu estilo provocador, antes de destacar a postura que teria sido adotada pelo UFC para sua carreira,

“Você me oferece lutadores de card preliminares e age como se eu tivesse negando lutas. E parece que estão usando isso contra mim”, finalizou, garantindo ainda mais visibilidade para seu retorno ao octógono.

Apesar da inatividade de três anos, Nate é constantemente visto participando dos treinamentos de Kron Gracie, atleta que estreou no UFC neste ano e que já tem novo compromisso marcado no octógono em outubro.

https://agfight.com.br/nate-diaz-explic ... a-do-cage/

Avatar do usuário
Ibanez
Usuário
Usuário
Mensagens: 1312
Registrado em: 01 Abr 2016 13:13
Contato:

Re: Nate Diaz explica guerra de nervos com UFC que causou três anos de ausência do cage

Mensagem por Ibanez » 13 Ago 2019 08:52

Dillan Grau escreveu:
13 Ago 2019 06:46
Imagem
Nate Diaz encara Anthony Pettis neste sábado, no UFC 241 – Diego Ribas

Foram três anos longe do octógono. Desde que travou sua segunda luta contra Conor McGregor no UFC, Nate Diaz não competiu mais e por vezes viu seu nome envolvido com polêmicas declarações de Dana White, presidente do show, que parecia inconformado com sua inatividade. Agora, porém, chegou a hora de falar.

Com duelo contra Anthony Pettis marcado para o próximo sábado (17), no card principal do UFC 241, Diaz voltou a falar com a imprensa a americana e, durante entrevista ao canal ESPN, analisou seu período sabático, além de relembrar a queda de braço que travou com o UFC, evento que de acordo com ele não o teria valorizado como deveria.

“Com certeza eu não perdi aquela luta [revanche com Conor], mas eles estavam como: ‘Você perdeu, desce no ranking, saia daqui’. Quando ele perdeu a primeira para mim, foi o grande acontecimento e ele precisava da revanche. Estava obcecado comigo e todo esse marketing que foi feito sobre ele precisar voltar e provar quão incrível ele era”, afirmou, se referindo à diferença de tratamento dada ao irlandês.

Questionando o UFC por nunca ter lhe dado as revanches que ele pediu ao longo de sua longa carreira no UFC, Nate foi além e garantiu que, pelo status alcançado, não precisava implorar por lutas. Desta forma, resguardado com os milhões de dólares lucrados nos combates com Conor, ele optou por ficar de fora até que uma oportunidade aparecesse.

“Não preciso ficar implorando por lutas. Venci o melhor cara do momento. Venci o melhor e estão me tratando como esquecido. (…) Depois de um certo tempo, me perguntava o que estava de errado com esses lutadores. Sou a maior luta atualmente e eles ficam apenas sentados”, narrou, ao seu estilo provocador, antes de destacar a postura que teria sido adotada pelo UFC para sua carreira,

“Você me oferece lutadores de card preliminares e age como se eu tivesse negando lutas. E parece que estão usando isso contra mim”, finalizou, garantindo ainda mais visibilidade para seu retorno ao octógono.

Apesar da inatividade de três anos, Nate é constantemente visto participando dos treinamentos de Kron Gracie, atleta que estreou no UFC neste ano e que já tem novo compromisso marcado no octógono em outubro.

https://agfight.com.br/nate-diaz-explic ... a-do-cage/

Bem a cara do careca mesmo inverter a situação e mentir na midia pra provocar o lutador e consequentemente ele aceitar o proposto, isso não é novidade nenhuma
TNC

Online
Avatar do usuário
Aldebarã
Usuário
Usuário
Mensagens: 2891
Registrado em: 23 Nov 2014 18:29
Contato:

Re: Nate Diaz explica guerra de nervos com UFC que causou três anos de ausência do cage

Mensagem por Aldebarã » 13 Ago 2019 13:21

Certíssimo ele!!! Tem que lutar é por dinheiro mesmo.
Mahoney, eu sou virgem!!!!!!

Responder

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Boca e 30 visitantes